Carros Quer andar de carro velho?

Quer andar de carro velho?

Na hora de trocar o óleo do carro? Confira dicas de manutenção de carros como: fluído de freio, checagem de bateria e muito mais para manter sua segurança em dia

Veja dicas para prolongar a vida útil e a segurança de seu veículo

Troca de óleo, fluido de freio, checagem de bateria… Somente a lista de cuidados com o carro já parece um tremendo quebra-cabeças para os menos familiarizados! Mas estar com a manutenção do veículo em dia não é apenas exigência burocrática ou excesso de zelo: ela pode prevenir pequenos incidentes e aumentar sua segurança no trânsito, além de poupar dinheiro com gastos desnecessários tomando as medidas de prevenção adequadas. Alguns cuidados simples já dão conta do recado, e muitos podem ser tomados em casa mesmo. O GuiaMais.com lista aqui as principais medidas a que você deve prestar atenção, para prolongar a vida útil do seu carro e manter sua segurança em dia:

1) Óleo: verifique o nível do óleo semanalmente. Ele serve para limpar, lubrificar e refrigerar o motor; mantendo-o em boas condições por mais tempo e diminuindo o atrito entre as peças. A maioria dos fabricantes considera normal um consumo de em média um litro de óleo para cada 1000 km rodados. Verifique pela manhã antes da primeira partida, com a vareta própria: seu nível deve estar entre o “min” e o “max”.

2) Bateria: as disponíveis atualmente no mercado são do tipo “seladas”, o que significa que não é preciso adicionar água. Porém alguns cuidados são necessários em sua manutenção, como verificar periodicamente se seus cabos estão limpos e bem fixados em seus polos, e fazer testes anuais para verificar as condições de funcionamento do sistema de carga e partida.

3) Freios: sistema de extrema importância para garantir a segurança do veículo, exigem controle regular do nível de fluído de freio (troca a cada dois anos em média), da espessura das pastilhas (a cada 10 mil km) e das lonas e ajuste de freio de estacionamento (30 mil km). Alguns cuidados extras, como não descer ladeiras em ponto morto, ajudam a poupar o equipamento.

4) Pneus e rodas: calibragem correta (a cada 15 dias, ou antes de pegar a estrada) e bom estado de conservação garantem maior eficiência nas frenagens e aderência à pista. Utilize sempre os pneus com as medidas recomendadas no manual do veículo, e não se esqueça de calibrar também o estepe. Alinhamento e balanceamento devem ser feitos a cada 5 mil km. Os pneus modernos trazem indicadores de desgaste, que devem ser checados periodicamente.

5) Suspensão: qualquer movimento estranho, como ruídos ou falta de estabilidade nas curvas, podem ser sinal de algum problema. A revisão deve ser feita a cada 30 mil km rodados, examinando também molas, amortecedores e batentes.

6) Câmbio e embreagem: o óleo do câmbio também deve ser verificado a cada 30 mil km. Em caso de vazamento, o conserto deve ser realizado com urgência. Outros cuidados extras para prolongar sua vida útil são evitar trancos durante as trocas de marcha e utilizar o freio de mão (ao invés dos pedais) em ladeiras. Se o pedal da embreagem estiver muito duro ou com dificuldade para engatar as marchas, pode ser sinal de desgaste: procure um mecânico para avaliar as condições gerais do sistema.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assinar newsletter
total