Agenda São João, acende a fogueira do meu coração!
bolos de milho em um prato para festa junina

São João, acende a fogueira do meu coração!

Eita que esse Arraiá tá danado de Bom...

Festa junina: o balão vai subindo, vem caindo a garoa!

 

Junho é tempo de festa junina! Com as temperaturas mais frescas de início de inverno, dá para fazer fogueira e usar e abusar dos quitutes típicos desta festa tradicional. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, festa junina não é exclusividade do Brasil: as festividades, que celebram santos desta época (Santo Antonio dia 13, São João dia 24 e São Pedro dia 29), são muito populares na Europa (principalmente no norte) e foram trazidas ao país pelos portugueses, ainda durante o período colonial.

Acordai, acordai, acordai João

Dia 24 de junho é dia do nascimento de São João Batista – considerado o santo protetor dos enfermos, é também um santo festeiro: a festa de São João é uma das festas de santos mais populares ao redor do mundo. Segundo a Bíblia, quando ele nasceu sua mãe mandou erguer um mastro e iluminá-lo com uma fogueira, para que a família ficasse sabendo de seu nascimento. Teria vindo daí a tradição de acender fogueiras e erguer mastros na véspera que antecede o dia 24, em homenagem ao santo. Aliás, 24 de junho é também o solstício de inverno no hemisfério sul, o que significa a noite mais longa do ano: é festa até o amanhecer!

É de cravo, é de rosa, é de manjericão

Apesar de as festas juninas terem sido trazidas ao país pelos europeus, nossas guloseimas para celebrar as festividades são bem brazucas: arroz doce, paçoca, pé-de-moleque, doce de leite em pedaços, pinhão, bolo de fubá, cocada, pudim de tapioca, batata doce… Mês de junho também é época da colheita do milho, por isso grande parte dos doces, bolos e salgados das festas têm este alimento como estrela principal: pamonha, curau, bolo de milho, canjica, pipoca e milho cozido, entre outros.

Já as bebidas mais populares são ótimas para aquecer no friozinho típico desta época do ano: o quentão, feito com pinga, também leva gengibre, laranja, limão, cravo e canela – um ardidinho que esquenta até os corações mais gelados! Já quem prefere bebidas mais adocicadas pode ir direto para o vinho quente: feito com vinho, açúcar, maçã e abacaxi, é deliciosamente quentinho e aconchegante. Que venha o arraial!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe grátis o aplicativo no Google play
Assinar newsletter
total