GuiaMais
 Compras no exterior: dicas e mais

Compras no exterior: dicas e mais

Com a nossa moeda mais forte, passagens aéreas em conta, fica difícil resistir à tentação de fazer uma viagem internacional. Muitos dos artigos que aqui compramos como importados têm preços muito mais convidativos lá fora.
Mas antes de pegar o avião é preciso considerar algumas variantes; como taxas do cartão de crédito, câmbio da moeda estrangeira e impostos sobre importação. Mas não se desespere: separamos aqui as principais dicas para você não passar aperto!

Limites e isenções

Quem retorna por via aérea pode trazer até U$500 em compras sem sofrer com as taxas. Para via terrestre (carro, ônibus e outros) e viagens de navio têm o limite de U$300. A taxa de 50% é cobrada sobre o que ultrapassa este valor. São taxados notebooks, tablets e equipamentos de informática, entre outros.

Não precisam de declaração e estão isentos das taxas todos os objetos de uso e consumo pessoal. Também estão inclusos alguns eletrônicos como telefone celular, câmera fotográfica, aparelhos portáteis reprodutores de música e vídeo.

Free shop

Além dos U$500 no exterior, o viajante pode gastar até outros U$500 no free shop, sem restrições para eletrônicos ou produtos de uso pessoal, desde que compre no free shop do Brasil. Essas compras são embaladas de forma especial, juntamente com a nota, e passam direto pela alfândega. Produtos do Duty Free de outros países são inclusos no montante de U$500 para compras realizadas no exterior.

Reembolsos

Vários países (principalmente na Europa) reembolsam aos estrangeiros as taxas de impostos pagas nos produtos do comércio local. Para conseguir este reembolso, peça na loja o recibo e o formulário de reembolso, que você deve apresentar no aeroporto da volta, antes do embarque para o Brasil.

Dinheiro e cartão

Leve sempre uma quantia razoável de dinheiro em espécie, o suficiente para passar os primeiros dias sem aperto. Quem tem medo de carregar muito dinheiro pode também tentar os cartões de débito internacionais. Apesar de ter que abastecer antes, são mais práticos e têm menos taxas que os cartões de crédito convencionais.

Para evitar possíveis aborrecimentos, informe-se antes no seu banco sobre desbloqueio para uso do cartão no exterior, limites para gastos e data em que expira. Também avise o banco sobre sua viagem, pois eles costumam bloquear transações fora do padrão, para maior segurança do usuário.

Também se informe sobre taxas para uso do cartão e saques, porque os preços atrativos podem não ser tão vantajosos se as taxas do cartão se tornarem abusivas. Leve poucos cartões e sempre os deixe no cofre. E guarde todos os recibos das compras.

Melhores destinos

Para eletrônicos, maquiagens e roupas em geral, os Estados Unidos continuam sendo o destino imbatível nos preços, principalmente com o dólar em baixa. Já a França, famosa por seus cosméticos, tem preços bem atraentes para cremes e loções.

Para mais informações sobre Taxas e Limites, acesse o site da Receita Federal.

Relacionados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter